Novo | 4 vendidos

Livro A Sapatilha Que Mudou Meu Mundo

44 reais con 90 centavos

em 6x 7 reais con 48 centavos sem juros

Chegará amanhã

Somente para SP capital e regiões da Grande SP e Rio de Janeiro

Comprando dentro das próximas 17 h 42 min

Benefício Mercado Pontos

Retire a partir de quarta-feira em uma agência Mercado Livre

Comprando dentro das próximas 17 h 42 min

Benefício Mercado Pontos

Ver no mapa

Estoque disponível

Frete grátis comprando 2 ou mais unidades

Informações sobre o vendedor

Localização

São Bernardo Do Campo, São Paulo

  • 943

    Vendas nos últimos 60 dias

  • Presta bom atendimento

  • Entrega os produtos dentro do prazo

Ver mais dados deste vendedorAbrirá em uma nova janela

Devolução grátis

Você tem 30 dias a partir do recebimento do produto para devolvê-lo, não importa o motivo!

Garantia

Compra Garantida com o Mercado Pago

Receba o produto que está esperando ou devolvemos o seu dinheiro

Garantia do vendedor

Garantia de fábrica: 7 dias

Meios de pagamento

Boleto parcelado em até 12x

Mercado Crédito

Cartões de crédito

Mastercard
Hipercard
Elo
Visa

Cartões de débito

Elo Debito
Visa Débito

Pix

Pix

Boleto bancário

Boleto

Características principais

Título do livroa Sapatilha Que Mudou Meu Mundo Globo
AutorIngrid Silva
IdiomaPortuguês
Editora do livroGlobo

Outras características

  • Gênero do livro: Mulheres

  • Tipo de narração: Biografia

  • Idade mínima recomendada: 12 anos

  • Idade máxima recomendada: 90 anos

  • ISBN: 9786586047875

Descrição

Conheça a história inspiradora de Ingrid Silva: a bailarina brasileira que se tornou conhecida mundialmente ao pintar as sapatilhas com a cor da sua pele Nascida no subúrbio carioca, Ingrid Silva está hoje em um dos maiores postos do balé mundial. Aos 8 anos, ainda menina, conseguiu uma vaga em um projeto social que leva aulas de balé para as comunidades carentes do Rio de Janeiro e nunca mais parou de dançar. Ao entrar para a Dance Theatre of Harlem, Ingrid se deparou com mais um grande problema: a cor da sapatilha. Como o balé nasceu na Europa e foi idealizado predominantemente por pessoas brancas, as sapatilhas rosas sempre foram adotadas como um padrão. Ingrid passou onze anos pintando os próprios calçados até conquistar sapatilhas fabricadas com a cor da sua pele. Um ano após a transformação estrutural que causou, um par das sapatilhas que Ingrid pintava virou peça do Museu Nacional de Arte Africana Smithsonian, nos Estados Unidos. Ao longo da trajetória, Ingrid venceu obstáculos, sofreu preconceito e narra neste livro toda a sua caminhada até aqui. “A dança conseguiu motivar meu irmão e eu e nos levar a outras áreas que nos fizeram crescer não só como profissionais, mas como seres humanos. […] Este livro não fala apenas sobre balé. Ele relata a minha vida, o que me levou a ser essa mulher que, hoje, não tem dúvidas sobre a sua importância, sobre o seu lugar no mundo. Espero que você possa se redescobrir e se inspirar por meio da minha trajetória.”, conta a bailarina.

Perguntas e respostas

Pergunte ao vendedor

Tempo aproximado de resposta: 38 minutos

Não fizeram nenhuma pergunta ainda.

Faça a primeira!