Novo | 1 vendido

Livro Manifesto Sobre A Abolição Da Escravidão Dos Juros

99 reais con 99 centavos

em 12x 8 reais con 33 centavos sem juros

Frete grátis

Saiba os prazos de entrega e as formas de envio.

Último disponível!

Informações sobre o vendedor

Localização

Cruz Das Almas, Bahia

MercadoLíder Gold

É um dos melhores do site!

  • 1411

    Vendas nos últimos 60 dias

  • Presta bom atendimento

  • Entrega os produtos dentro do prazo

    Ver mais dados deste vendedorAbrirá em uma nova janela

    Devolução grátis

    Você tem 30 dias a partir do recebimento do produto para devolvê-lo, não importa o motivo!

    Garantia

    Compra Garantida com o Mercado Pago

    Receba o produto que está esperando ou devolvemos o seu dinheiro

    Garantia do vendedor

    Sem garantia

    Meios de pagamento

    Boleto parcelado em até 12x

    Cartões de crédito

    Cartões de débito

    Pix

    Boleto bancário

    Características principais

    MarcaManifesto sobre a abolição da escravidão dos juros
    ModeloGottfried Feder

    Descrição

    LIVRO FÍSICO, NOVO. FRETE GRÁTIS PARA TODO O BRASIL

    Inédito em português, as palavras nuas e cruas do homem que é considerado o pai da economia hitlerista, Gottfried Feder (1883 – 1941) inaugura com esta obra um marco importantíssimo na história da economia mundial e principalmente na história do povo alemão, encabeçado como um manifesto econômico base para formar os pilares da Alemanha Nacional-Socialista que aboliu a escravidão lançada ao povo através da usura e especulação financeira.

    Um dos fundadores do DAP e pai da economia nacional-socialista, Feder nasceu em Würzburg, 1883. Como engenheiro civil, Feder tornou-se ativo em assuntos econômicos e políticos. E nessa face de engenheiro e político, foi responsável pela fundação do Deutsche Arbeiterpartei (DAP) e muito ativo durante os primeiros anos de a fundação.

    Imagens Ilustrativas. Envio Imediato Pronta entrega.

    Perguntas e respostas

    Qual informação você precisa?

    Não fizeram nenhuma pergunta ainda. Faça a primeira!