Novo

Jequitinhonha - Antologia Poética Iii

34 reais con 90 centavos

em 12x de 8 reais con 35 centavos pagando com Mercado Crédito

Envio para todo o país

Saiba os prazos de entrega e as formas de envio.

Estoque disponível

Comprar com Mercado Crédito

Compra em 12x de R$ 835 selecionando Mercado Crédito como meio de pagamento.

Informações sobre o vendedor

Localização

Cotia, São Paulo

  • 6295

    Vendas nos últimos 365 dias

  • Presta bom atendimento

  • Entrega os produtos dentro do prazo

Ver mais dados deste vendedorAbrirá em uma nova janela

Garantia

Compra Garantida com o Mercado Pago

Receba o produto que está esperando ou devolvemos o seu dinheiro

Meios de pagamento

Boleto parcelado em até 12x

Mercado Crédito

Cartões de crédito

Pague em até 6x!

Mastercard
Hipercard
Elo
Visa

Cartões de débito

Mastercard Débito
Elo Debito
Visa Débito

Pix

Pix

Boleto bancário

Boleto

Características principais

Título do livroJEQUITINHONHA - ANTOLOGIA POÉTICA III
Autor Gonzaga Medeiros (Autor), Wesley Pioest (Autor), Joaquim Celso Freire (Autor), Cláudio Bento (Autor), Marina Jardim (Ilustradora)
IdiomaNão informado
EditoraLoope Editora
Edição1
Ano de publicação2021
FormatoPapel
MarcaLoope Editora
ModeloBrochura

Outras características

  • Cobertura: Mole

  • Tipo de narração: Novela

  • ISBN: 9786589587033

  • Páginas: 198

  • Inclui acessórios: Não

  • Sinopse: Dos quatro cantos do Vale do Jequitinhonha, cinco cantos se apresentam. Cinco poetas cantam nas páginas de Jequitinhonha – Antologia Poética a cumplicidade que o amor reserva aos arautos do seu tempo. A terra envolvendo os poemas em mantos de sonho. A pal

  • É kit: Não

Descrição

Dos quatro cantos do Vale do Jequitinhonha, cinco cantos se apresentam. Cinco poetas cantam nas páginas de Jequitinhonha – Antologia Poética a cumplicidade que o amor reserva aos arautos do seu tempo. A terra envolvendo os poemas em mantos de sonho. A palavra mantendo seu vínculo ancestral com o destino obscuro das coisas do mundo. Sobretudo, mudá-las. O pacto do poeta. De Almenara, Gonzaga Medeiros revela a luta anunciada na voz de mãos firmes e largo coração. De São Pedro do Jequitinhonha, José Machado transborda o rio da esperança no escaler do lirismo. Wesley Pioest observa Rubim, debruçado na atmosfera enevoada da memória. De Itaobim, Jansen Chaves e Tadeu Martins desembaraçam um portentoso cordel de aventuras na paisagem interiorana, que salta das telas de Marina Jardim – de Rubim – com seu sol escaldante e suas memórias felizes, de danças, folguedos, festas e brinquedos, e emoldura a cultura popular com suas cores fortes, seus vermelhos e amarelos eternos. Entende-se Jequitinhonha – Antologia Poética como se do livro emergisse o Vale, naufragado no escuro esquecimento da miséria. Entende-se o canto obstinado dos poetas de uma terra afligida em dores. Como se essas dores fossem um parto: o parto da poesia. Parto de um livro. Parto da resistência digna de homens que vivem a sonhar continuamente seu tempo.

Perguntas e respostas

Pergunte ao vendedor

Não fizeram nenhuma pergunta ainda.

Faça a primeira!