official-store-logo
Novo

A Segunda Vida De Brás Cubas - A Filosofia Da Arte De Macha

26 reais con 40 centavos

em 5x 5 reais con 80 centavos

Envio para todo o país

Saiba os prazos de entrega e as formas de envio.

Estoque disponível

Informações da loja

Rocco

Rocco

Loja oficial no Mercado Livre

  • 285

    Vendas nos últimos 60 dias

  • Presta bom atendimento

  • Entrega os produtos dentro do prazo

    Ver mais dados de RoccoAbrirá em uma nova janela

    Devolução grátis

    Você tem 30 dias a partir do recebimento do produto para devolvê-lo, não importa o motivo!

    Garantia

    Compra Garantida com o Mercado Pago

    Receba o produto que está esperando ou devolvemos o seu dinheiro

    Meios de pagamento

    Cartões de crédito

    Pague em até 5x!

    Boleto parcelado em até 12x

    Cartões de débito

    Pix

    Boleto bancário

    Características principais

    Título do livroA Segunda Vida de Brás Cubas - A Filosofia da Arte de Macha
    AutorPATRICK PESSOA
    IdiomaPortuguês
    EditoraEDITORA ROCCO
    FormatoPapel
    MarcaEditora Rocco

    Outras características

    • Cobertura: Mole

    • Gênero do livro: Ciências Humanas e Sociais

    • Subgêneros: Política

    • Tipo de narração: Manual

    • ISBN: 9788532523662

    • Páginas: 288

    Descrição

    Doutor em filosofia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, com especialização em filosofia da arte na Universidade de Potsdam, Patrick Pessoa faz, em A segunda vida de Brás Cubas, uma interpretação filosófica da arte de Machado de Assis tomando como base a filosofia do mais importante anti-herói da literatura brasileira. Ao narrar sua trajetória a partir de um sistema de pensamento próprio, o defunto autor nos faz questionar a complexa relação entre filosofia e literatura. E é nesse ponto em que Pessoa mergulha sua análise. Longe de associar Machado a qualquer corrente, ele empreende uma investigação inquietante, ajudando o leitor a fruir o estranhamento causado pela obra do Bruxo do Cosme Velho.
    Ao longo do livro, Pessoa propõe diversos questionamentos sobre a relação entre arte e filosofia. Entre eles, em que medida a interpretação filosófica de uma obra de ficção é possível, se ela é desejável e também qual é a contribuição que a filosofia e a literatura podem trazer uma à outra sem que a primeira sufoque a obra de arte com teorias que lhe são estranhas e sem que a literatura vire mera ilustração de conceitos filosóficos.
    Ao longo de sua tese, Patrick mostra que a tentação, para os estudiosos, de atribuir uma filosofia a um autor de ficção de tal porte não é pequena. Afinal, é uma obra pródiga em referências aos grandes vultos da história da filosofia, e não são poucos seus personagens que nutrem a pretensão de serem filósofos.
    Além disso, Patrick reflete no livro sobre as diferentes interpretações do uso da ironia no romance machadiano e como ela se torna um fio condutor privilegiado para a exposição de sua verdade, que não pode ser imobilizada. É também através de sua ironia que Machado de Assis empreende uma crítica da ideologia brasileira no final do século 19.

    Perguntas e respostas

    Qual informação você precisa?

    Pergunte para Rocco

    Não fizeram nenhuma pergunta ainda. Faça a primeira!