official-store-logo
Novo

Poesia É Fogo, É Terra, É Água, É Ar! - Haicais

19 reais con 60 centavos

em 3x 7 reais con 04 centavos

Envio para todo o país

Saiba os prazos de entrega e as formas de envio.

Estoque disponível

Informações da loja

Rocco

Rocco

Loja oficial no Mercado Livre

  • 266

    Vendas nos últimos 60 dias

  • Presta bom atendimento

  • Entrega os produtos dentro do prazo

    Ver mais dados de RoccoAbrirá em uma nova janela

    Devolução grátis

    Você tem 30 dias a partir do recebimento do produto para devolvê-lo, não importa o motivo!

    Garantia

    Compra Garantida com o Mercado Pago

    Receba o produto que está esperando ou devolvemos o seu dinheiro

    Meios de pagamento

    Cartões de crédito

    Pague em até 3x!

    Boleto parcelado em até 12x

    Cartões de débito

    Pix

    Boleto bancário

    Características principais

    Título do livroPoesia é Fogo, é Terra, é Água, é Ar! - Haicais
    AutorSANDRA LOPES
    IdiomaPortuguês
    EditoraEDITORA ROCCO
    FormatoPapel
    MarcaEDITORA ROCCO

    Outras características

    • Cobertura: Mole

    • Gênero do livro: Infantis

    • Tipo de narração: Manual

    • ISBN: 9788579801402

    • Páginas: 96

    Descrição

    “O poeta, a palavra pega./Preparar, apontar, fogo!/ Nos versos descarrega.” Com estes versos simples e carregados de força simbólica, a carioca Sandra Lopes abre o belo e intenso Poesia é fogo, é terra, é água, é ar!, uma viagem poética pelos quatro elementos que marca a estreia da autora, que é escritora, poetisa e mediadora de leitura com vários livros publicados, no selo Rocco Jovens Leitores. Evocando a beleza, a força ou, por vezes, a violência da natureza, Sandra Lopes constrói belas imagens em pequenos poemas de três versos, seguindo a tradição do mestre japonês Bashô. Em Fogo, primeiro bloco de poemas, a autora reúne os haicais que revelam o fascínio do homem pelo fogo, suas múltiplas utilidades e seus perigos, como o singelo “A moça,/para iluminar a solidão,/acende o lampião.” ou “Gemidos./Árvores doloridas/pelo fogo retorcidas.”, em tom de alerta contra as queimadas que se espalham pelas florestas brasileiras. Terra reúne os poemas que falam do solo, da necessidade humana de fincar raízes, do planeta que nos abriga, da Terra Mãe de todos nós. Com graça e leveza, a autora reverencia “Da terra/ o bendito trigo/e o abrigo.”, mas também utiliza uma certa ironia ao apontar as mazelas que o homem impôs à sua própria casa, como em “Ex-árvore procura/vaso para morar/Alguém quer ajudar?”. A água do mar, da chuva e dos rios e lagos inspira os poemas reunidos em Água, terceira parte do livro, que reúne versos cheios de lirismo como “Nas marés/com meias de renda/a espuma calça meus pés.” ou “A chuva convida./Sobre a cama/gotas de preguiça”. No último bloco de poemas, a autora evoca tudo o que lembra a existência – fundamental e por vezes despercebida – do ar: o vento que desenha nuvens no céu e movimenta as folhas das árvores, que faz girar as pás dos moinhos e voar a pipa do menino, que espalha as bolhas de sabão e que leva a menina a balançar... “Balanço quer brincar./Vem menina,/vem voar.” Com um olhar sensível e atento, Sandra Lopes convida o leitor a se reencontrar com a essência da vida e mostra que a poesia está em todas as coisas e em todos os lugares. As delicadas ilustrações de Janaina Tokitaka dialogam à perfeição com os versos da autora, intensificando a experiência da leitura. Poesia para jovens de todas as idades! 

    Perguntas e respostas

    Qual informação você precisa?

    Pergunte para Rocco

    Não fizeram nenhuma pergunta ainda. Faça a primeira!