official-store-logo
Novo

A Culpa É Toda De Marte

18 reales con 50 centavos

em 4x 5 reales con 17 centavos

Anúncio pausado

Informações da loja

Rocco
Rocco

Loja oficial no Mercado Livre

Características principais

Título do livroA Culpa é Toda de Marte
AutorPAULA BROWNE
Editora do livroEDITORA ROCCO
Tampa do livroMole
MarcaEditora Rocco

Outras características

  • Quantidade de páginas: 128

  • Gênero do livro: Infantis

  • Tipo de narração: Manual

  • ISBN: 9788579800887

Descrição

Clima astral propenso a uma boa leitura. Saturno em conjunço com a Lua conspira para a possibilidade de boas risadas e emoções à flor da pele se a leitura em questo for A culpa é toda de Marte. Quem avisa é Thalita Rebouças, que assina a orelha do novo livro da escritora e ilustradora Paula Browne.

Em A culpa é toda de Marte, a autora conta a história de Diana, uma garota que tem ideias muito próprias sobre a vida.

Diana tem um namorado perfeito e está completamente apaixonada por ele quando viaja nas férias de julho para encontrar uma amiga de infância e, nesta viagem, conhece o Pedro: o garoto mais bonito do planeta. Assim, sem que nada fosse planejado, de repente ela se vê com dois namorados. Que ela ama e pelos quais é correspondida! Sem nenhuma culpa, Diana resolve ento manter seus dois amores, que ela guarda em gavetinhas separadas do seu coraço. Mas será que isto vai dar certo?

Esta pergunta que ela no se faz, naturalmente, tem a resposta mais óbvia: no. No vai dar certo. E a partir daí ela passa a fazer vários questionamentos sobre a vida e suas relações amorosas. Diana ainda tem que lidar com o fato de que todos parecem saber o que vai acontecer no seu futuro: os amigos, o livro, a sorte no biscoito chinês, o horóscopo. Ah! O horóscopo, principalmente, certeiro. Pois embora Diana acredite nas ciências exatas ela no tem como negar o sentido das previsões astrais.

A culpa é toda de Marte! é um livro que aborda sobretudo o limite da nossa liberdade e das nossas escolhas. Uma historia onde no fundo ninguém tem culpa de nada. Apenas marte, em parte; coisa rara nos dias de hoje.


Leia um trecho +

Perguntas e respostas

Não fizeram nenhuma pergunta ainda.

Faça a primeira!