official-store-logo
Novo

O Leitor Fingido

28 reales

em 6x 5 reales con 27 centavos

Anúncio pausado

Informações da loja

Rocco
Rocco

Loja oficial no Mercado Livre

Características principais

Título do livroO Leitor Fingido
AutorFLÁVIO CARNEIRO
IdiomaPortuguês
Editora do livroEDITORA ROCCO
Capa do livroMole
MarcaEditora Rocco

Outras características

  • Quantidade de páginas: 208

  • Gênero do livro: Ciências Humanas e Sociais

  • Subgêneros do livro: História

  • Tipo de narração: Manual

  • ISBN: 9788532525581

Descrição

Ler, assim como escrever, é uma arte. É na relaço entre leitura e escrita que so forjados os grandes clássicos da literatura, os elos inquebrantáveis entre leitor e autor. Relações que surgem nas impressões que o texto provoca no leitor e, por que no, que o leitor provoca no texto, nos inúmeros detalhes de uma trama policial, na força emocional de um poema ou um romance, na carga histórica e crítica política que está nas entrelinhas do mais simples parágrafo de um conto. O escritor Flávio Carneiro explora, e extrapola, todos estes aspectos em O leitor fingido.

Dessa vez, Carneiro se coloca do outro lado do papel para analisar a relaço com o texto a partir do ponto de vista do leitor. O livro é dividido em duas partes. Ambas falam sobre leitura, mas Carneiro vai além da palavra escrita, falando também de outras linguagens, como a cinematográfica. A primeira parte, Através do espelho (e o que o leitor encontrou lá) – título inspirado no livro de Lewis Carrol, compõe-se de fragmentos diversos sobre o tema. So divagações do autor das possíveis relações entre escrever e ler. Tais considerações aparecem entremeadas por breves narrativas envolvendo um suposto leitor – o leitor fingido – a meio caminho entre a biografia e a ficço.

É o caso da relaço que Carneiro estabelece entre o filósofo romano Sêneca e o cineasta russo Sergei Eisenstein. No texto, o autor identifica nos pensamentos de ambos algo mais do que a junço de dois ou mais elementos distintos: no texto, das palavras; no caso do cinema a técnica da montagem, que no só uniria duas ou mais imagens mas, sim, criaria um novo elemento que vai transcender aquelas imagens que a formam.

Carneiro também bebe na obra A arte de ler, do escritor Émile Faguet, na qual o francês diz que no há uma, mas inúmeras formas de ler. O autor defende ainda que se leia sempre devagar, no no sentido preguiçoso que se sugere, mas ler e reler, “desconfiando” do texto, como uma forma de se descobrir algo novo sempre a cada leitura e releitura. Esse ato de descoberta também ganha potencial por conta da complexa relaço entre autor e obra, na qual o autor no tem apenas um, mas vários “eus”, que esto em constante metamorfose ao longo do texto, como defende Foucault.

Já a segunda parte do livro – Álbum de retratos (o leitor em branco & branco) mostra ensaios curtos sobre personagens leitores, tomados de contos e romances diversos. A ideia foi formar uma espécie de galeria (ou álbum de retratos) de tipos de leitor, espelhados em personagens e obras da predileço de Flávio Carneiro.

Em “O leitor amoroso”, por exemplo, Carneiro toma por base o conto “Felicidade clandestina”, de Clarice Lispector, para analisar a relaço, quase erótica, entre a menina que adorava ler, mas no tinha como comprar livros, e o livro que lhe é oferecido em troca de sua sujeiço a várias humilhações impostas pela menina gorda cujo pai é dono de uma livraria. É na relaço quase carnal, de paixo entre a menina pobre e seu objeto de desejo que Carneiro desenvolve a reflexo sobre o amor pela leitura.

Em outro ensaio, “O leitor e o prazer”, Carneiro analisa a figura do detetive amador Dupin, de O crime da rua Morgue, de Edgar Allan Poe. O autor goiano credita à habilidade única que o personagem tem de ler e decifrar o que lê – e o prazer que isto lhe proporciona - ao sucesso nas descobertas dos mistérios propostos por Poe em sua obra.

O leitor fingido é uma homenagem que Flávio Carneiro faz a um personagem que muitas vezes é esquecido na literatura, mas é o determinante para a perpetuaço da escrita – seja ela em que linguagem for: o leitor.

Perguntas e respostas

Não fizeram nenhuma pergunta ainda.

Faça a primeira!