official-store-logo
Novo

Agora É Viver - A História De Uma Família Codependente

23 reais con 60 centavos

em 12x de 5 reais con 64 centavos pagando com Mercado Crédito

Envio para todo o país

Saiba os prazos de entrega e as formas de envio.

Disponível 1 dia após sua compra

Comprar com Mercado Crédito

Compra em 12x de R$ 564 selecionando Mercado Crédito como meio de pagamento.

Informações da loja

Rocco
Rocco

Loja oficial no Mercado Livre

Devolução grátis

Você tem 30 dias a partir do recebimento do produto para devolvê-lo, não importa o motivo!

Garantia

Compra Garantida com o Mercado Pago

Receba o produto que está esperando ou devolvemos o seu dinheiro

Garantia da loja

Garantia de fábrica: 3 meses

Meios de pagamento

Boleto parcelado em até 12x

Mercado Crédito

Cartões de crédito

Pague em até 4x!

Mastercard
Hipercard
Elo
Visa

Cartões de débito

Elo Debito
Visa Débito

Pix

Pix

Boleto bancário

Boleto

Características principais

Título do livroAgora é Viver - A História de uma Família Codependente
AutorISABELLA LEMOS DE MORAES
IdiomaPortuguês
EditoraEDITORA ROCCO
FormatoPapel
MarcaEditora Rocco

Outras características

  • Cobertura: Mole

  • Gênero do livro: Biografias

  • Tipo de narração: Manual

  • ISBN: 9788532528360

  • Páginas: 240

Descrição

De longe, Isabella parecia levar uma vida invejável: bonita e nascida em uma família rica, ela tinha pais, irmãos e avós a quem amava, além de acesso a tudo que o dinheiro pode comprar. Para completar o conto de fadas, seu pai era um empresário charmoso e bem-sucedido, que circulava entre celebridades do Brasil e do exterior e aparecia na lista dos dez homens mais elegantes do mundo. Dentro de casa, entretanto, uma dura realidade: desde pequena, Isabella lidava com um pai emocionalmente instável e viciado em drogas. Em Agora é viver, a autora conta sua história e descreve a batalha diária para se manter saudável e equilibrada.

Filha de João Flávio Lemos de Moraes, herdeiro de um conglomerado que incluía empresas como a Supergasbras, Isabella percebia desde criança que algo não ia bem em sua casa. Na adolescência, a revelação chocante: o pai era viciado em cocaína e crack. Junto com a mãe, os avós paternos e os irmãos, a autora se viu presa na teia da codependência – de uma maneira ou de outra, todos se anulavam para ficar em função de João Flávio. Isolada em seu sofrimento, Isabella estava em um beco sem saída.

Uma das maiores dificuldades era o pai não reconhecer que tinha um problema e precisava de tratamento. Ele dava um jeito de sair das clínicas onde era internado ou voltava ao vício depois de um período de abstinência. As tentativas de escapar da realidade envolviam toda a família, que acabava sem uma rotina: além de morar por algum tempo em cidades como Los Angeles, Rio de Janeiro e Petrópolis, eles passavam longos períodos no interior de Minas Gerais e chegaram a ficar quase dois anos vivendo alternadamente em um ônibus-casa e um iate. Sem poder contar com o apoio e a proteção de adultos responsáveis, Isabella acabou amadurecendo antes da hora e se sentindo responsável pelo bem-estar dos pais e dos irmãos.

Tamanha pressão sobre a jovem teria um preço: emocional e psicologicamente abalada, Isabella desenvolveu distúrbios como anorexia e bulimia, além de mergulhar fundo na depressão e no pânico. Anos antes de conseguir a ajuda de um psiquiatra, ela encontrou uma tábua de salvação diferente: o livro da atriz norte-americana Drew Barrymore, no qual a estrela revela uma infância marcada pela solidão e pelo abuso de álcool e drogas. A partir da identificação com o drama de Drew, Isabella pôde começar a compreender seus problemas e teve a ideia de, um dia, contar seu drama pessoal em um livro, de forma a ajudar outras pessoas que passassem por situação semelhante.

Embora seja um relato pesado, que mexe com as emoções da autora e dos leitores, Agora é viver não é uma história para fazer sensacionalismo ou despertar a piedade das pessoas. Trata-se de um belo exemplo de superação, que mostra a luta de uma mulher contra os próprios fantasmas e a capacidade de reunir forças para enfrentar os altos e baixos do caminho. Isabella descobre que a tristeza também pode ser um remédio, na medida em que desperta a vontade de mudar e correr atrás dos sonhos, em busca de um futuro melhor.


Perguntas e respostas

Pergunte ao vendedor

Não fizeram nenhuma pergunta ainda.

Faça a primeira!