official-store-logo
Novo

O Caderno Azul

33 reales con 50 centavos

em 7x 5 reales con 44 centavos

Anúncio pausado

Informações da loja

Rocco
Rocco

Loja oficial no Mercado Livre

Características principais

Título do livroO Caderno Azul
AutorJAMES A.LEVINE
IdiomaPortuguês
Editora do livroEDITORA ROCCO
Capa do livroMole
MarcaEditora Rocco

Outras características

  • Quantidade de páginas: 208

  • Tipo de narração: Manual

  • ISBN: 9788532525215

Descrição

Para alguns, escrever histórias nada mais é do que pura diverso. Para outros, uma forma de ganhar a vida. Para uma prostituta indiana de 15 anos, colocar seus pensamentos, sonhos e devaneios no papel é um meio de sobrevivência. Em O caderno azul, o renomado médico pesquisador norte-americano James A. Levine estreia na ficço narrando a história de Batuk, menina que sai do campo para a cidade de Mumbai, Índia, onde é vendida pelo pai para uma casa de prostituiço.
A motivaço para escrever O caderno azul surgiu quando, como parte de uma pesquisa médica, entrevistou crianças abandonadas em uma rua onde menores de idade se prostituem em Mumbai. Uma menina escrevendo em um caderno do lado de fora do seu minúsculo quartinho chamou a atenço de Levine. A imagem poderosa de uma jovem prostituta envolvida no ato de escrever deixou o médico assombrado e, a partir daí, ele mesmo começou a escrever.
No livro, Batuk escreve seu diário em um caderno azul. Nele, ela lembra de sua infância recente, conta como aprendeu a ler e escrever enquanto se recuperava de uma tuberculose, fala sobre sua vida na Common Street e como foi sua transformaço de menina inocente a escrava sexual.
Para lidar com a dura realidade e com a brutalidade de suas relações, a pequena Batuk também cria histórias fantásticas sobre um leopardo com olhos prateados e fábulas baseadas nas pessoas que a cercam, como um texto sobre um pobre garoto que se sente um gigante com uma única moeda de ouro.
Emocionante, o romance mostra como a escrita pode dar sentido à vida e ajudar a transcender as piores situações. É um lembrete da resiliência do espírito humano. A voz de Batuk, criança, prostituta e heroína será lembrada pelos leitores por muito e muito tempo. E sua história pode, sim, fazer a diferença.

Perguntas e respostas

Não fizeram nenhuma pergunta ainda.

Faça a primeira!